13 de jan de 2015

NÃO TE QUERO

não
quero
te amar
nem te sentir
em mim
não quero
nada
te sonhar
nos ventos
de meus instantes
não
te quero
na fumaça
do meu cigarro
nos meus
copos
vazios
na minha embriaguez
não
te quero
em minhas
canções
em meus ecos
em minhas
lembranças
não te quero
nas páginas
dos jornais
amassados
jogados no chão
não
te quero
amar
não te quero
nada