12 de jan de 2015

NÃO TE QUERO MAIS

não
eu não te quero
nem teu amor
nem teus devaneios
não quero
teu corpo
de instantes
e de muitos
não quero mais
tuas lágrimas
e cinismo
não quero
mais teus sussurros
e teus gemidos
nem esta tua
boca
falando
besteiras
nem essa língua
afiada
que roubava
da minha boca
coitada
a saliva
que insistia em
querer
tua boca vazia
não
quero mais
tuas provocações
teu colo
teu ventre
não
eu não te quero mais