26 de jan de 2015

NÃO GOSTO MAIS




Já não gosto
Mais de gostar
De amar
Então
Perdi
O encanto
O amor
Em mim
É bicho arredio
Cheio de medo
Que esconde
De tudo
Já não brinco mais
De nada
Sorrisos
Sempre agora
Disfarçados
E lágrimas secas
Em meu rosto marcado
Já não sou
Mais aquele pobre
Menino
Já sou grande
Homem crescido
Empobrecido pela ilusão
De ser o alento
De todas as bocas que me cospem