6 de jan de 2015

NA JANELA

me esperava
todos os dias
na janela
lia
as nuvens
estava sempre bela
vestida de sorriso
de braços
abertos
me esperava
todos os dias
com as poesias
mais belas
com aquele
perfume doce
que embriagava
minha alma
me beija
com a boca
gosto de canela
cabelos presos
com uma rosa amarela
era bela
e me esperava
sorrindo
todos os dias
na janela