30 de jan de 2015

MUNDO FEIO




O mundo
Anda feio
Nem os bêbados
Mais ficam
Nas ruas
Nem
Mais
As putas
Ficam nas esquinas
Nem mais
Há esquinas
O mundo
Anda
Frio
De amor
O pouco amor
Que resta
Tem medo
O pouco
Amor
Que há
Se espreita
O mundo
Anda vazio
De sorrisos
E poesia
Para onde foram os poetas