8 de jan de 2015

MESTRE

a gente
se encontrou
nas poesias
que ninguém lê
no instinto
de viver
na magia
de vomitar
nossos pensamentos
mestre
esquecido
no além
voz
que ainda grita
nos silêncios
que insistem
em ficar
a gente
se encontrou
mesmo
sem saber
direito
quem somos
te leio
e te faço
mestre
te leio
te encontro
em minhas verdades
verdades
que ainda
não sei
expressar
eu sei
um dia qualquer
neste céu
de tantas
estrelas
iremos nos encontrar