24 de jan de 2015

ME DESFAZENDO




Estar
Não deixa
Solitário
Sempre
Me sinto
Assim
E me sinto
Assim
Em paz
Não tenho
Medo
Dos barulhos
Que a casa faz
Nem tranco
As portas
Deixo
Abertas
As janelas
Para o vento entrar
Estar
Me faz pensar ainda mais
E penso demais
E deixo
Que pouco a pouco
Me desfaça