28 de jan de 2015

INDECENTE




Gosto de tudo que é imoral.
Gosto de beijo na boca com saliva,
Gosto de erotismo, gosto de pornografia.
Não vou a igreja, não rezo, às vezes não escovo os dentes.
Roo unha.
Gosto da beleza,
Das morenas,
Gosto do pecado,
 Do que é proibido.
Gosto do jogo,
Da sedução,
Gosto do flerte,
Decotes,
Calcinhas pequenas.
Gosto das putas que desfilam nas calçadas desta cidade imunda. 
Gosto da noite, dos ratos, gostos dos fantasmas da madrugada. 
Não tenho medo da escuridão.
Gosto de andar pelado, tomar água na boca da garrafa.
Solto pum, arroto e falo palavrão pra caralho.
Paquero, adoro as estrelas, o mar, o sol.
Sou introspectivo,
Fechado, não tenho amigos.
Leio muito, navego muito, iludo e sou iludido.
Minto muito quando escrevo,
Invento amores,
Paixões e ainda com toda esta imperfeição,
Amo e sou amado e acima de tudo, escrevo poesia...