"Se procura prazer, poderá encontrar aqui as suas mais diversas formas. Há quem procure palavras, há quem procure belas imagens, há os curiosos, os que admiram minha maneira de escrever. Uns julgam erótico. Outros julgam ser sensual e uns apenas lêem as palavras aqui escritas. Isso é algo que não cabe a mim julgar. Sei das minhas intenções... Sei do meu amor pela poesia... Sei da minha infinita sede de escrever..."
SEJA BEM VINDO - 9 ANOS DE POESIA! ! !

FÃS DE CARTEIRINHA

16 de jan de 2015

EU NÃO SEI NADA



Eu não sei
Nada
Fingi por muitos anos saber
Brinquei de ser grande
Era pequeno demais
Eu não sei escrever
Apenas rabisco
Tantas palavras sem sentido
Sempre brinquei de ousar
De amar
Sempre achei que o amor
Fosse sentimento livre
Não era
Amor prende
Aprisiona
Eu não sei viver
Sobrevivo há tempos
E quanto tempo perdido
Quando tempo desperdiçado
Minhas incoerências
Minhas certezas incertas
Meus atropelos
Eu não sei nada
Agora sei
Demorei para entender
Meus espectros
Tomaram conta de mim