10 de jan de 2015

ETERNAMENTE APAIXONADO


em mim
uma loucura
descabida
algo
quebrado
em meu ser
não posso ser
do jeito que sou
não posso ser
assim
tão vulnerável
a sentimentos
não posso
querer
me perder
da maneira
que sempre me perco
e me agarrar
assim
a vidas
que não me pertecem

em mim
paradoxos
e contradições
e mentiras
que me acalmam
ando na contra-mão
de mim
ando por ai
cercado
de minhas imbecialidades
frágil
ao que sinto
um louco
eternamente
apaixonado