7 de jan de 2015

É PRECISO

é preciso
inventar
paixões
o mundo anda
seco
os amores
excassos
os sonhos
derrubados
pessoas
cada dia
mais frias
mais distantes
é preciso
criar asas
enfeitar
o mundo
desenhar flores
querer
todos as alegrias
todos os amores
é preciso
criar laços
desatar os nós
olhar nos olhos
tocar as mãos
beijar
fazer amor
é preciso amar
dar amor
é preciso deixar
vivas as fantasias
o mundo
anda
em plena desarmonia