3 de jan de 2015

E DAI

e dai
já estou
bem
e dai
o tempo
passou
curou
e dai
vem novos
amanhãs
e novas chances
e novas
paixões
que inspiram
e dai
repenso
relembro
e fujo
e corro
para longe de mim
e dai
as poesias
se escrevem
solitárias
e dai
já não sinto
nada
nem culpas
nem o gosto do pecado
e dai
já é amanhã
e o tempo
não mais
o mesmo de sempre