"Se procura prazer, poderá encontrar aqui as suas mais diversas formas. Há quem procure palavras, há quem procure belas imagens, há os curiosos, os que admiram minha maneira de escrever. Uns julgam erótico. Outros julgam ser sensual e uns apenas lêem as palavras aqui escritas. Isso é algo que não cabe a mim julgar. Sei das minhas intenções... Sei do meu amor pela poesia... Sei da minha infinita sede de escrever..."
SEJA BEM VINDO - 9 ANOS DE POESIA! ! !

FÃS DE CARTEIRINHA

26 de jan de 2015

CULPADO




Não me condenes
Sou
Às vezes
Pervertido
Culpa
Da noite
Que acontece
Em mim
Depois
Que o amor
Em nós floresceu
Não me julgues
Sou
Às vezes
Poeta
Às vezes
Muro pichado
Poucas vezes
Sou poesia
A poesia
É o leite dos amantes
O balsamo
Dos apaixonados
Não
Me condenes
A tua morte
Sou poeta