28 de jan de 2015

AMANHÃ




... Amanhã estou na rua...
 Acanhado,
 Iludido com o sol dessa cidade
 De tantas loucuras...
Amanhã me despojo das frescuras
E encaro as avenidas e
Os tórridos pensamentos
Que me acompanham...
Amanhã
Visto
Minha roupas
Serias
Deixo de lado
A bermuda
O chinelo
Coloco os fones
Me desligo
E olho para o nada
Olhando tudo
Amanhã
Ando sem pressa
Vou correndo
E volto voando
Não sei mais ficar
Longe do ninho
Já não sei mais
Andar sozinho