27 de jan de 2015

ALGO




Silêncio
Por trás
De todas
As palavras
Gritos
Desesperados
Nas gargantas
Mergulhadas
Na saliva
Algo
Que se esconde
Uma sombra
Fria
De nós
Em nós
Que não desatam
Muito
Que foi
Perdido
E hoje
Está em nós
Esquecido
Muitos por ai
Em suas tormentas