3 de nov de 2014

BURACO

seu eu pudesse
me escondia
de mim
do mundo
do tempo
seu eu pudesse
eu virava
bicho do mato
sem passado
sem presente
e sem medo
do futuro
viveria num buraco
bebendo
água da chuva
deixando
que lua
cobrisse
meu corpo
nas noites frias
se eu pudesse
esquecer
quem fui
meu presente
seria melhor
então vivo
olhando minhas cicatrizes
e o tempo
que passou
se eu pudesse
viraria bicho do mato
viveria num buraco
sem pensar
sem me preocupar com nada