3 de nov de 2014

AGORA

agora
estou aqui
sem acreditar
em quase nada
sem nenhuma paixão
sem nenhuma crença
descrente
no amor
descrente
nos planos que fiz
agora
fico
andando pela casa vazia
recolhendo
meus pedaços
tentando
ainda
me refazer
do estrago
agora
sigo
por um caminho
sem destino
sem saber
o que fazer
e o que pedir
andando
de um lado
para o outro
nesta casa imensa
agora
fico aqui
lembrando
de tudo
de como pude
ser tão volúvel
e ter me permitido
tanto
deixar
que o mal
tomasse conta de mim
agora
fico assim
cada segundo mais velho
apodrecendo