10 de nov de 2014

ACREDITEI

acreditei
no amor
e me machuquei
acreditei
nas pessoas
e me feri
acreditei
no tempo
e minhas feridas
continuam ali
expostas
acreditei
em sorrisos
e lágrimas
rolaram
caladas
acreditei
em Deus
e fiquei sem respostas
hoje
não acredito
mais em nada
perambulo
por minha existência
até que chegue
o fim
em mim
apenas uma esperança
que a morte
também não me decepcione
ainda
creio que somente
ela
é a verdade