30 de out de 2014

POESIAS


o amor
mudou meu eu
não vejo mais poesia
nem sinto mais a mesma paixão
que eu sentia
agora
quero
estar sempre sozinho
agora
quero curtir um silêncio
infindável
o amor
aquele falso amor
derrotou
o que havia de melhor
em mim
e agora luto
e agora
todos dias são guerras
intermináveis
onde tento
me fazer renascer
das cinzas
que o vento levou
o amor
aquele amor inventado
fez de mim
o que não sou
e agora
não vejo mais poesia
em nada