24 de out de 2014

NÃO QUERO MAIS

não
não creio
no sorriso
de uma mulher
nem quero
mais
sentir
o perfume
dessa rosa
tão amarga
não
acredito
nas palavras
que saem de sua boca
nem quero mais
qualquer beijo
que me cale
a voz
não quero mais
abraços
vazios
e jogos
de sedução
quero
apenas olhar distante
para o que um dia
admirei
e quis para mim
flores
inteiras
no meu jardim
não acredito
mais
na sutileza falsa
da mulher