11 de ago de 2014

POETA MORTO

há quem nos inspire
quem nos roube
quem nos de asas
há quem nos molde
quem nos ensine
quem desperta em nós o melhor
mesmo sem saber
mesmo sem querer
a doce existência
já nos fascina
já basta
que me importa
qual teu vício
que me importa
o que dizem
e dizem mesmo sem saber
serás sempre
membro da sociedade dos poetas mortos
será sempre
a poesia
que me fez escrever
há quem nos mate
há quem nos faça viver
em mim
serás eterno

Meu sussurro ao amigo invisível que sem saber da minha existência despertou em mim a poesia.

Robin Williams
21/07/1951
11/08/2014