27 de jul de 2014

NÃO MAIS


não mais
não te sonho mais
em meus dias
e nem quero
mais teus beijos
nem teu corpo
nem meu copo
não mais
não te quero mais
nas minhas fontes
de inspiração
bebendo
minhas águas
entorpecendo
meu jeito
de sonhar
não mais
habitará
em minhas esperanças
em meus desejos
matei
tudo de ti
em mim
resta agora
teu corpo em fragmentos
e meu desejo
que se refaça
que se reinvente
não mais
nascerá em mim
nenhum sonho
por ti
nenhum desejo
nenhuma fantasia