20 de jul de 2014

DEIXA-ME

deixa-me
por instantes
para que sinta
um pouco
tua ausência
deixa-me
por instantes
beber
teu silêncio
para sinta
o gosto amargo
de palavras
não ditas
deixa-me
sentir
no vento
rastros
do perfume
desta tua pele
deixa-me
nas tuas amarguras
para me ver
em tua solidão
para que
vivas
em meus sonhos eternos
deixa-me
no teu coração
nos teus pensamentos
debaixo da tua cama
para que me aches
quando bem entender
e me beba
e me tenhas
ainda louco
por ti