1 de abr de 2014

VIDRAÇAS

eu vou
quebrar
as vidraças
da tua
rua
da tua
casa
vou rasgar
o verbo
vou te contornar
te dobrar
feito avião
de papel
vou te fazer voar
vou picotar
teus versos
vou dobrar
tua língua
e cuspir
no teu rosto
todo o veneno
que me deu
eu vou
quebrar
as vidraças
do mundo
de cristal
vou tirar teus sapatos
para que sinta
a dor
de pisar
em tudo aquilo
que fui
inteiro
quero ver rir
de novo
seu descaso
quero ver
se vangloriar
depois da guerra
vou quebrar
tuas certezas
rabiscar
tua rua
e te mostrar
que tuas mentiras
jamais foram
minhas verdades