9 de abr de 2014

MAL ESTAR




como posso eu
tornar-me
invísivel
sumir
desaparecer
dos olhos
de quem
segue meus passos
de quem
tortura
meus dias
de quem intoxica
meu ar
de que 
fere
minha liberdade
de quem me provoca
mal estar
como posso eu
sumir
desaparecer
dos olhos
de quem
precisa
se fazer notar
quero
respirar
tranquilo
como todos os dias
quero não ver
não olhar
não ter que suportar
quero meu silêncio de volta
quero andar
sem ser seguido
quero ficar de costas
quero que a escuridão
para de me seguir