9 de mar de 2014

PASSADO



Passou
Sinto que morreu
Acabou
Escorreu pelo ralo
Toda
E qualquer lembrança
Ficaram
As feridas
Não mais expostas
Contidas
Dentro
De um coração
Que bate
Ferozmente
Como sempre
Passou
Toda
Dor doída
Aquele dor
Sofrida
Gostosa
De sentir
Amanheci
Com o coração curado
Renovado
Resnascido
Enfim
Não há mais nenhuma
Dor
Que agora
Doa de novo em mim
Coração aprendeu
Com tudo que passou
Com tudo o que sofreu.
Passou
Como todo passado
Agora
Enterrado
Nos jardins
Por onde não passo
Mais