"Se procura prazer, poderá encontrar aqui as suas mais diversas formas. Há quem procure palavras, há quem procure belas imagens, há os curiosos, os que admiram minha maneira de escrever. Uns julgam erótico. Outros julgam ser sensual e uns apenas lêem as palavras aqui escritas. Isso é algo que não cabe a mim julgar. Sei das minhas intenções... Sei do meu amor pela poesia... Sei da minha infinita sede de escrever..."
SEJA BEM VINDO - 9 ANOS DE POESIA! ! !

FÃS DE CARTEIRINHA

31 de mar de 2014

NOITE QUALQUER

em qualquer noite
quando
as almas
estiverem soltas
e os corpos
cansados
deitados
em cama fria
ouvirei
teus gritos
de dor
de lamentação
abrirei
a janela
e ficarei ali
debruçado
sobre outro corpo
cansado
e beberei
no silêncio
de uma noite
qualquer
todas
as lágrimas
que haverá
ainda
de derramar
em qualquer
quando
o peito
sentir
o vazio
ouvirei
teus gritos
e teus gemidos
e verei
escorrer
teu sangue
pelas vielas mal iluminadas
sentirei
o gozo
da verdade
fecharei a janela
e voltarei
a morrer
em tua consciência
vazia