9 de mar de 2014

ANTES



Eu já fui melhor.
Não tinha medo
Das paixões
De acaso
Ia feito avião de papel
Que vento
Nenhum faz voar.
Eu já tive
Coração
De menino
Coração valente
Carente
Hoje
Coração envelhecido
Raquítico
Enfraquecido
Medroso
E como sempre
Ainda carente.
Eu já fui melhor.
Vivia a vida
Sem pedir
Desculpas... abraçava
Meu destino
E bailava ao som do vento
Que sempre ventou
Em minhas estradas.
Hoje,
O que restou
De mim são as memórias
De tudo o que um dia fui,
Ousado,
Moleque,
Amante apaixonado,
Fascinado
E encantado pelos perfumes
Das damas da noite.
Eu já fui
Melhor
Hoje sou apenas
Restos
De tudo o que sobrou de mim...