30 de mar de 2014

AMORES VAZIOS

tantas
juras
de amor
tantos
amores jogados
amores vazios
cheios
de ecos
sem qualquer razão
amor sem emoção
sem amanhã
muros pixados
bocas
que se beijam
beijos
sem vida
sem razão
emoção largada
em qualquer
banco de praça
amores vazios
cansados
abraços frios
camas vazias
amores
traduzidos
em nada
palavras
que ninguém lê
cartas
de amor
esquecidas
na gaveta
jarras sem flores
amores
vazios