25 de nov de 2013

TEM DOR

Tem dor
Que não passa
Dói bem devagar
Incomoda
Um pouco de uma vez
Tem dor
Que se esconde
Atrás
De outra dor
Para que depois
Que a outra sentida
Passe
Volte de novo
A doer
A velha dor antiga
Tem dor
Que não passa
Nem com nova dor
Fica ali
Mastigando
Coração cansado
De tanta dor
De tanto sofrer desse mal
De amor
Que é dor que não passa
Castiga
Quase mata
Não quero mais
Palavras mortas
Tudo o que foi dito
Não volta