22 de nov de 2013

SEM TEMPO

Nem sonhar
Tenho
Sonhado mais
Deito
E morro
E num sobressalto
Como se tivesse acabado
De deitar
Acordo
Ainda cansado
E tendo ainda
Tanta vida pra viver
Nem sonhar
Sonho mais
Deito
E já acordo apressado
O tempo
Não para e a
Vida não espera
Dia após dia
Entre cochilos e nada mais
Não sonho mais