18 de nov de 2013

QUANTAS VEZES

Quantas vezes
Eu morri
Sorrindo
Querendo e tentando
Me fazer entender
Quantas vezes
Machuquei-me
Em meios aos arbustos
E desviei
Meus passos
Para que nenhum arbusto
Mais me machucasse
Quantas vezes
Subi alto
Demais
Além das nuvens
E cai
Em terra seca
De sonhos
Quando vezes
Me iludi
Iludi
Pensando