6 de nov de 2013

OUTRO

Derrepente
Você acorda
Outro
Sem o velho rosto
De sempre
Sem a vida
De todos os dias
Sem cor
Sem rancor
Derrepente
Você acorda vestido
De um novo amor
Amor
Que aperta
Sufoca
E ninguém na janela
Escuta seu grito
Derrepente
Você acorda
Desse pesadelo
Do desamor