12 de nov de 2013

NADA MUDA

O ser humano
É que é
Não muda
Nada muda
Resignação
Só depois da morte
Só depois do fim
O ser humano
É o que é
Vestido
De valores
De crenças
E sonhos
Quer ser melhor
A quem
O ser humano
Não muda
Sua alma
É turva
Rio sem curva
Onda sem mar
Não muda
Não nada
Flutua
Natureza plena, pura