23 de nov de 2013

MEUS ERROS

Faço merda
Depois não acho
Graça e nada
Fico desconfiado
De tudo
E de todos
Palavras me confundem
Ando
Apressado
Como se pudesse fugir
De mim
E de tudo o que fiz
Faço merda
Depois rolo na cama
Pra dormir
A consciência dói
Os erros
Correm
E a alma chora
Faço merda
Depois choro feito
Criança arrependida
Chamo isso viver
Digo que isso é apenas
Burrice