"Se procura prazer, poderá encontrar aqui as suas mais diversas formas. Há quem procure palavras, há quem procure belas imagens, há os curiosos, os que admiram minha maneira de escrever. Uns julgam erótico. Outros julgam ser sensual e uns apenas lêem as palavras aqui escritas. Isso é algo que não cabe a mim julgar. Sei das minhas intenções... Sei do meu amor pela poesia... Sei da minha infinita sede de escrever..."
SEJA BEM VINDO - 9 ANOS DE POESIA! ! !

FÃS DE CARTEIRINHA

12 de nov de 2013

DOR CONTIDA

O amor
É dor contida
No peito
Dói devagar
Dilacera
Aos poucos
Mata lentamente
O amor
É dor
Que poucos
Suportam
Quase ninguém entende
Amor
É entrega
Renúncia
Saudades
É crer sem ver
É dor
Que dói
Todo dia um pouco mais
O amor
É coisa de louco
Por isso se ama pouco
E se pensa
Sempre amar demais