6 de nov de 2013

DE VOLTA

Gostoso
É poder
Voltar
Mesmo depois
De tudo
E encontrar
Tudo como antes
E recomeçar
A erguer
Os tijolos
Que a tempestade
Derrubou
Gostoso
É encontrar
O mesmo calor
Dos braços abertos
E o amor
De sempre
E agora
Ainda melhor
Bom voltar
E segurar as mãos
Que jamais se soltaram