28 de out de 2013

PREFIRO NÃO SABER

Não sei
Se tenho mais amigos
Ou quem
Não gosta de mim
Prefiro não saber
Mesmo sabendo
Prefiro ficar fechado
Como ostra
Observando
O mar
E deixar que toda onda
Arraste-me
Para qualquer lugar
Não sei se há mais amor
Ou ódio em mim
Eu sei sim
Só há amor
Por enquanto
Amor demais
Que me faz engasgar
E cuspir todo amor que sinto.