6 de out de 2013

MARGENS DA VIDA




Sentei
Nas margens
De minha vida
E vi
A vida passar
Por mim
Chorando
Minha dor
Sentei
E vi momentos
De tudo o que vivi
Por onde andei
O quanto andei
E vi
Nas margens
Da minha vida
Meu espelho de mim
E não pude mais
Voltar
Para fechar as portas
Ainda entreabertas
Sentei
Nas margens da minha vida
E me vi
Ali
Vendo a vida
Que passou por mim
E eu não vivi
Só chorei e fiz sofrer