"Se procura prazer, poderá encontrar aqui as suas mais diversas formas. Há quem procure palavras, há quem procure belas imagens, há os curiosos, os que admiram minha maneira de escrever. Uns julgam erótico. Outros julgam ser sensual e uns apenas lêem as palavras aqui escritas. Isso é algo que não cabe a mim julgar. Sei das minhas intenções... Sei do meu amor pela poesia... Sei da minha infinita sede de escrever..."
SEJA BEM VINDO - 9 ANOS DE POESIA! ! !

FÃS DE CARTEIRINHA

6 de out de 2013

MARGENS DA VIDA




Sentei
Nas margens
De minha vida
E vi
A vida passar
Por mim
Chorando
Minha dor
Sentei
E vi momentos
De tudo o que vivi
Por onde andei
O quanto andei
E vi
Nas margens
Da minha vida
Meu espelho de mim
E não pude mais
Voltar
Para fechar as portas
Ainda entreabertas
Sentei
Nas margens da minha vida
E me vi
Ali
Vendo a vida
Que passou por mim
E eu não vivi
Só chorei e fiz sofrer