28 de out de 2013

ERREI

É
Errei
Errei de amor
De boca
De cor
É
Agora
É levantar
E tirar esse véu
Do sol
Não adianta mais
Chorar
Errei e vou errar
Sempre
Por acreditar
Nesse amor imbecil
Que não se esvai
Que nunca morre
Em mim