6 de out de 2013

CICATRIZES




Minhas cicatrizes
Sumirão
Na minha morte
Não serei mais nada
Além do que sempre fui
Não falarei mais
Tantas besteiras
E nem cantarei mais
Tantas injúrias
Ninguém mais
Me ouvira falar
Deste amor
Que tanto me consumiu
Que tanto me fez
Crecser
Minha história
Ficará
Empoeirada
Na estante
De qualquer lugar
E minhas cicatrizes
Minhas dores
Cessarão depois
Da minha morte
Não serei mais nada
Apenas lembrança
Que talvez um dia
Passe ou fique
Viva em alguém