11 de ago de 2013

PELO CAMINHO



Olho
Para trás
Para ver meus
Cacos
Pelo caminho
Olho
Para trás
Para enxergar
Desesperado
Meu passado
E não posso mais
Voltar
Não posso mais
Corrigir
O que ficou
E nem recolher
Os pedaços
De mim
Que ficaram
Olho
Para o mesmo
Céu de sempre
Procuro
Um novo
Caminho
Uma nova razão
Um novo destino
Olho para frente
E me vejo como sempre
Refletido no espelho de mim