"Se procura prazer, poderá encontrar aqui as suas mais diversas formas. Há quem procure palavras, há quem procure belas imagens, há os curiosos, os que admiram minha maneira de escrever. Uns julgam erótico. Outros julgam ser sensual e uns apenas lêem as palavras aqui escritas. Isso é algo que não cabe a mim julgar. Sei das minhas intenções... Sei do meu amor pela poesia... Sei da minha infinita sede de escrever..."
SEJA BEM VINDO - 9 ANOS DE POESIA! ! !

FÃS DE CARTEIRINHA

29 de jul de 2013

O QUE VIVI





Ainda
Há vestígios
Daquele amor
Aquele amor
Meio bandido
Meio devasso
Meio amor
Sei lá
Ainda
Penso
Em tudo
O que vivi
Em tudo
O que senti
E sinto
E já não sei mais
Quem fui
Quem sou
E o que sobrou
De mim
Ainda
Sinto
O gosto amargo
Das palavras
Que foram cuspidas
E já não sei mais
Se o tempo
Ira mesmo
Tirar tudo isso de mim
Ainda assim

APENAS MEU HOJE




Hoje
Já não sofro mais
O que sofri
Eu aprendi
A não sofre mais
A não chorar mais
A não amar mais
Com tanto e
T’amanho fervor
Hoje
Vejo um novo sol
Nas manhãs
Que nascem
Sem mais nenhuma pretensão
Sem mais nenhuma expectativa
Hoje
Quero viver o hoje
Esquecer o ontem e
Não me preocupar mais
Com o amanhã
Tão incerto
Como tudo
Hoje
Quero apenas
Semear
As flores
Por onde passo
Sem olhar para trás
Sem querer mais nada
Apenas meu hoje