8 de abr de 2013

TARDE QUE MORRE

tarde
que morre
na minha janela
eu aqui
nesta espera
contando
cada segundo
pra te olhar de novo
tarde
que vai embora
sem pressa
olho tudo
dessa minha janela
que nem minha é
fico
olhando
os carros
que passam apressados
querendo
chegar
em qualquer lugar
e eu
aqui
na ânsia louca
olhando
a tarde que morre
a noite
que chega
pra enterrar
a angústia
dessa espera