9 de abr de 2013

SOMBRAS DE QUEM FUI

fico
parado
no tempo
de frente para o espelho
não sou
eu
ali refletido
nem sombras do que fui
nada
me lembra eu
minha cara
meu não sorriso
meus olhos caídos
fico
parado
no tempo
querendo entender
o porque
de tudo
sem perguntar
porque no fundo
sei
qualquer resposta
não sou eu
ali refletido
nem sombras
do meu eu eu
do eu
que já fui um dia
e que em algum dia
morreu