22 de abr de 2013

NOITES

minhas noites
ainda como sempre
solitárias
não sei
quanto tempo
me sinto assim
voando
e me vendo fora
de mim
minhas noites
são cheias
de nada
sonhos
sem sentidos
pesadelos
cama fria
sentimentos frios
nada
apenas pensamentos
desejos
algumas fantasias
que me distraem
que me enlouquecem
que me fazem dormir
até o sol
cegar meus olhos