8 de abr de 2013

EM PEDAÇOS

não sou daqui
sou de lá
dos sonhos
que há em mim
feito
em pedaços
espalhados
despedaçados
não sou daqui
sou de lugar algum
sou das esquinas
fétidas
sou dos becos
escuros
sou a luz
que não clareia
imensidão
que não se vê
não sou daqui
sou de um amanhã
que não nasceu
morreu
sou das tardes
de outono
das noites
de inferno
em pedaços
despedaçados
sou a culpa
e o culpado