21 de fev de 2013

EM SILÊNCIO

minhas
orações
faço em silêncio
prosto
meus joelhos
no chão
me dispo
das minhas vergonhas
me coloco nu
diante do Pai
minhas
orações
faço no silêncio
eu
e Deus
confesso
meus pecados
falo dos meus medos
exponho
a Deus
meus desejos
penso
o quanto sou falho
e o quanto Deus
me faz forte
se tiver que chorar
choro
em seu colo
e rio
de mim
minhas orações
eu faço
antes do sol nascer
quando Deus
sorri
a doce brisa
da noite que finda
agradeço
e adormeço
em paz
no silêncio
de minha alma