19 de dez de 2012

RODA GIGANTE

A vida
É mesmo
Uma roda gigante
A minha
Está parada
Nem em cima
Nem embaixo
Exatamente no meio
Posso ver
O que passei
E consigo imaginar
O que está por vir
Nem me assusto mais
Nem me emociono
Nem sinto mais
O frio na barriga
Quando a roda da vida
Começa a girar
Já me acostumei
Com tudo
Com as surpresas
Com os altos e baixos
E quando penso
Que já vivi e vi tudo
Vem Deus
E faz minha roda gigante
Rodar ao contrário...