18 de out de 2012

TU MULHER


Não posso deixar
De dizer
Quão interessante
És tu
Mulher
Que vive dias
De glória
Florida
Como a primavera
Depois fria
Com uma noite
Gélida
De inverno
És verão
Outono
É um mar
De infinitas possibilidades
Profunda
Rasa
Calma
Insana
Assim
És tu mulher
Cheia de um mistério
Que faz de nós
Homens
Meros expectadores
Uns aplaudem
De pé
Tua glória
De ser mulher
Outros
No entanto
Ficam sem saber
Apreciar
Este doce espetáculo
Essa alquimia
Essa quimera
És assim
Mulher
A rosa mais linda
Cheia dos mais
Afiados espinhos